Ana um exemplo de persistência


Ana representa hoje a maioria das mulheres no Brasil e no mundo, talvez não seja um filho que lhes falta, mas quantas hoje se sente intimidadas pelos problemas desta vida, na época era normal um homem ter duas ou mais mulheres, mas hoje estamos vivendo na graça de Deus, então como na época e também hoje, sabemos que a esposa legitima sofre as consequências de ter uma rival, até mesmo que a bíblia diz que o homem deve ser esposo de uma mulher só. 1 Samuel 1:2 Tinha ele duas mulheres: uma se chamava Ana, e a outra, Penina; Penina tinha filhos; Ana, porém, não os tinha.

No caso de Ana, Samuel tinha outra mulher, e o pior é que ela não podia ter filhos, mas a outra tinha, então vamos comparar Ana conosco hoje, muitas vezes pensamos que não vale apena esperar e crer em Deus, por que algumas coisas nos faltam, pode ser até mesmo um filho, mas Ana era fiel, ela não deixou de crer e também de ser uma boa esposa para seu marido, e ele a correspondia porque a amava muito. 1 Samuel 1:5 A Ana, porém, dava porção dupla, porque ele a amava, ainda mesmo que o SENHOR a houvesse deixado estéril.

Ana ia ao templo buscar a Deus, pois sabia que Ele era sua solução, ela não desistia, ela ia atrás do que queria, seu marido não entendia o que se passava com Ana, mas Ana tinha um alvo. 1 Samuel 1:7 E assim o fazia ele de ano em ano; e, todas as vezes que Ana subia à Casa do SENHOR, a outra a irritava; pelo que chorava e não comia. 1 Samuel 1:8 Então, Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que estás de coração triste? Não te sou eu melhor do que dez filhos?

Ana estava sim amargurada, mas um detalhe importante, sua amargura não se relacionava com Deus mas com a situação em que estava vivendo, muitas mulheres hoje quando chega as aflições elas não vão a fonte buscar ajuda como Ana, muitas acham até que Deus as abandonou, Ana se levantou de sua amargura e orou a Deus, até mesmo o sacerdote Elias achou que Ana havia bebido, mas era seu clamor. 1 Samuel 1:10 levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente. 1 Samuel 1:13 porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém não se lhe ouvia voz nenhuma; por isso, Eli a teve por embriagada. 1 Samuel 1:15 Porém Ana respondeu: Não, senhor meu! Eu sou mulher atribulada de espírito; não bebi nem vinho nem bebida forte; porém venho derramando a minha alma perante o SENHOR.

Depois de clamar a Deus Ana voltou para casa, ela voltou diferente, e prometeu que quando nascesse o menino ela iria levar para servir a Deus, já imaginou que lindo, ela creu e ainda ofereceu o que tanto chorava para ter para Deus. 1 Samuel 1:19 Levantaram-se de madrugada, e adoraram perante o SENHOR, e voltaram, e chegaram a sua casa, a Ramá. Elcana coabitou com Ana, sua mulher, e, lembrando-se dela o SENHOR, 1 Samuel 1:22 Ana, porém, não subiu e disse a seu marido: Quando for o menino desmamado, levá-lo-ei para ser apresentado perante o SENHOR e para lá ficar para sempre.

Então aqui vimos a alegria de alguém que antes era só tristeza e amargura, isso serve de exemplo de que se queremos podemos sair da condição de depressão para uma condição de uma mulher curada e realizada, e bem realizada pois ela teve mais filhos, Ana deixou de ser estéril, hoje vimos mulheres e também pessoas que estão buscando Jesus até não receber algo, qualquer coisa que não sair do jeito que elas querem, já começam a dizer que não está acontecendo nada na vida delas. 1 Samuel 2:1 Então, orou Ana e disse: O meu coração se regozija no SENHOR, a minha força está exaltada no SENHOR; a minha boca se ri dos meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. 1 Samuel 2:21 Abençoou, pois, o SENHOR a Ana, e ela concebeu e teve três filhos e duas filhas; e o jovem Samuel crescia diante do SENHOR.

Aprendemos com Ana, se buscarmos, crermos, não importa o que seja Deus vai fazer no tempo certo e da maneira certa, Ele é fiel conosco.



Apóstola Izadete Meneghetti