A postura de uma auxiliadora


No livro de Eclesiastes 4:9-11,12, lemos: “Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se um cair, o outro o levanta. E se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão...”. O primeiro e o maior projeto que Deus criou foi a família, vemos até mesmo através dos animais que Deus não nos criou pra andarmos sozinhos, criou sempre dois, para que um tivesse ao outro para se fortalecerem, e se ajudarem. Deus criou a mulher para que o homem não andasse sozinho, Deus nos criou para sermos auxiliadoras do nosso esposo, não nos criou para andarmos em baixo deles, nem acima deles, nos criou pra andarmos ao lado deles, por isso fomos criadas da costela, para estarmos sempre ao lado, e isso não nos faz sermos mais ou menos do que eles, e sim ajudadora deles. Ele formou a mulher com uma estrutura muito especial, e deu-lhe a missão de auxiliadora. Deus quer que nos mulheres venhamos a compreender nosso importante papel na vida de nossos esposos, para que venhamos a fazer a vontade de Deus juntos, e nos tornarmos mulheres obedientes.

Chamadas para ajudar: “Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea.” (Gênesis 2:18). Deus nos chamou para sermos uma ferramenta de auxilio para nossos esposos, um exemplo muito claro de mulher ajudadora foi Naama mulher de Noé, mulher destemida, administradora, bonita, inteligente. A sua casa passou a ser o barco. E lá não estava só com sua família, mas um zoológico. Vamos pensar: a quantidade de alimento, água, espaço para dormir, preparar o alimento, alimentar os animais e ter certeza de que estava segundo o coração de Deus. Ao lermos esta história, avaliamos como a esposa de Noé foi vitoriosa. Ela era uma grande mulher, estava ao lado do marido, foi uma peca fundamental no ministério dele, Naama foi uma mulher de postura, ela teve postura de auxiliadora, a primeira postura que teve, que nos da como exemplo é:

1. Confiança: Deus falou com Noé e não com sua esposa. Sua mulher não escutou o diálogo de Deus com Noé; ela deu um voto de confiança ao esposo mesmo sem nunca ter ouvido falar de que havia chovido em algum lugar ou simplesmente visto. Esta credibilidade de sua esposa incentivou-o ainda mais a continuar avante e realizar o plano de Deus.Noé tinha uma mulher que confiou em suas palavras e atos, e, por este motivo, o propósito de Deus para Noé teve bom êxito.

2. Companheirismo: a mulher de Noé, foi companheira, mesmo sem ver nada permaneceu junto, podemos concluir que sua esposa estava no mesmo propósito que Noé. Quantas vezes Noé sentiram-se cansado, triste, até com vontade de desistir durante os anos em que aguardava o dia do dilúvio, que Deus havia prometido! Creio que quando ele estava nesta situação, sua mulher estava ali para confortá-lo e dizer-lhe: Não pare, continue, pois estou contigo neste projeto.(ICoríntios 7:10). “Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido”.

3. Obediência: Certamente, esta mulher orava a Deus, pedindo graça para continuar a ajudar seu esposo. Quantas vezes ela pediu por seus familiares, sofria vendo seus vizinhos zombarem de seu esposo, duvidando de que Deus havia falado com ele a respeito da arca. Você pode imaginar o sentimento desta mulher, que pensou que se casando somente iria ter alegrias e que nunca iria fazer parte de uma historia que até hoje nos edifica?Foi obediente a Deus e ao marido. "As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor.... Como, porém, a Igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido" (Efésios 5:22,24).

4. Amor: a mulher de Noé teve uma atitude de amor, a esposa de Noé durante os 40 dias e 40 noites, esteve com seu marido e família, dividindo o mesmo espaço com os animais.Tenho certeza de que não foi fácil para ela, mas o amor a fortaleceu, amadureceu e a encorajou a seguir em frente. Amor desta mulher por seu esposo e família fez com que ela suportasse tudo. Ela foi uma grande consolidadora. Durante todo tempo que esteve na arca, manteve em harmonia sua família, administrou a ausência de queridos e preparou a família para um novo tempo. Ela tinha a certeza de que Deus os tiraria daquele ambiente, a arca. (1 Coríntios 13:7, o amor tudo sofre,tudo crê, tudo suporta).

Conclusão: Deus chamou você mulher para ser auxiliadora e ajudadora de seu esposo, Deus te criou com o propósito de ser uma ferramenta para auxiliar seu marido para cumprir com propósito de Deus em suas vidas, Deus quer que você compreenda verdadeiramente para que foi chamada, para isso você precisa se posicionar, se colocar em seu papel, confiando primeiramente em Deus, e em seu marido, sendo companheira nos momentos difíceis, é necessário que você seja obediente a Deus e ao seu marido, e acima de tudo você precisa ter uma postura de amor, amar seu esposo, o amor vai fazer com que você suporte a caminhada, por mais difícil que se torne, Deus quer cumprir o propósito que tem para sua família, Deus quer dar uma família feliz a você, não se sinta inferior , Deus te colocou ao lado de seu esposo para vocês vencerem juntos,para fazerem a vontade de Deus juntos,mulher seu papel é muito importante em sua casa, em seu casamento, na sua família, Deus deu a você o dom de auxiliar tome posse hoje mesmo do seu chamado, e Deus fará com que alcancem a promessa.



Apóstola Izadete Meneghetti