Leia Mais


Os lavradores Maus


Quebra gelo: Receba as crianças com alegria. Apresente os visitantes deixe cada um comentar como foi sua semana.

Exaltação: Cante um cântico com as crianças. leia e repita algumas vezes Atos 3.19 depois orem juntos pela reunião da célula.

Edificação: Os lavradores Maus (Mc 11.27 – 12.12)

Aqueles dias foram de muitas andanças para Jesus e seus discípulos. Foi um vai e vem entre Betânia e Jerusalém. Depois do episodio da figueira (quem lembra?). Jesus estava de volta a Jerusalém e caminhando pelo pátio do templo. Quando os sacerdotes, os mestres da lei, e os lideres dos judeus viram Jesus, o rodearam e quiseram saber com que autoridade ele fazia as coisas ou quem lhe teria dado autoridade. Eles estavam falando do que havia acontecido no templo no dia anterior quando Jesus não deixou as pessoas fazer comercio no templo.

Aqueles homens estavam mal intencionados com Jesus e queriam que Jesus falasse alguma coisa que eles poderiam usar para condená-lo. Jesus conhecia o coração daqueles homens (ele conhece também o nosso coração e sabe ate o que pensamos, nós não conseguimos esconder nada dele) e por isso fez outra pergunta pra eles. Ele perguntou se eles sabiam quem tinha dado autoridade para João batista batizar, Deus ou os homens? Jesus colocou aqueles líderes numa situação difícil, se eles dissessem que João batizava enviado por Deus Jesus cobraria o fato de os lideres não terem acreditado em João. Se dissessem que a autoridade de João fora dada por homens, eles tinham medo do povo porque o povo achava que João era profeta enviado de Deus. Então responderam pra Jesus que eles não sabiam quem tinha dado autoridade a João assim, Jesus disse que ele também não diria quem deu autoridade a ele.

Depois dessa conversa Jesus começou a falar através de parábolas (parábolas são comparações usadas para explicar uma verdade complicada através de alguma coisa que a pessoa já conhece). Ele começou a falar que certo homem fez uma plantação de uvas, a cercou e construiu uma torre de vigia nela e construiu um tanque para pisar uvas e fazer vinho. Depois o homem arrendou (alugou) a plantação para alguns lavradores e foi viajar.

Finalmente quando chegou o tempo da colheita o homem mandou os empregados dele cobrar o aluguel, mas aqueles lavradores ao invés de pagarem o aluguel maltrataram os empregados. Depois de mandar vários empregados ele resolveu mandar seu filho para receber o aluguel porque pensou consigo mesmo ‘o meu filho eles vão respeitar’. Mas ao invés de respeitar eles o mataram. Jesus terminou dizendo que o dono da plantação viria e mataria aqueles lavradores e alugaria a plantação para outros.

Os líderes dos judeus sabiam que esta parábola era contra eles por isso queriam prender Jesus, mas não fizeram por medo do povo, então deixaram Jesus em paz. Você já percebeu que hoje também tem gente que escuta a verdade do evangelho e fica com raiva? Essas pessoas acabam se afastando da célula ou da igreja porque não querem mudar de vida, não querem abandonar o pecado, por outro lado a pessoa que fica incomodada quando a palavra de Deus aponta seu pecado e se arrepende dos seus pecados tem a sua vida transformada por Jesus. Que tipo de pessoa você é?

Evangelismo: Depois desse desafio ore com as crianças que querem uma mudança de vida. Convide-as para convidar outras crianças durante a semana pra virem na próxima reunião. Orem em relação a isso.



Pastor Delmar Jorge Bruisma e Pastora Eliana Pedralli Bruisma