Identidade de santidade
14 de Junho, 2011


Introdução
Uma identidade de santidade para definir um destino com Deus.
Creio que estamos nos aproximando de um grande mover de Deus na terra, e este mover está acontecendo gradativamente, porque o impacto do evangelho na terra está condicionado a uma geração santa. Deus está aguardando o levantar de nossa geração, com santidade e poder nesta terra. Vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel. (Ex 19.6). Eu sou o SENHOR, vosso Deus; portanto, vós vos consagrareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis por nenhum enxame de criaturas que se arrastam sobre a terra. Eu sou o SENHOR, que vos faço subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus; portanto, vós sereis santos, porque eu sou santo. (Lv 11. 44-45).

A santidade descreve o caráter de Deus, é o código de conduta do cristão, santidade é um modo de vida; santidade é viver um padrão de vida diferente da sociedade; santidade é obedecer totalmente os mandamentos de Deus; santidade é obedecer ao chamado de Deus; santidade é viver uma vida justa diante de Deus; santidade leva-nos a fazer o que é certo para com Deus. Santidade é viver os pensamentos e a vontade de Deus e não os nossos. Santidade traz mudança; santidade faz o Espírito Santo realizar as obras em nossas vidas; santidade atrai o Espírito Santo; santidade faz Deus nos purificar; santidade traz justiça de Deus sobre nós; santidade traz fortalecimento contra a tentação. Se a santidade produz todos estes resultados em nossas vidas então não devemos vive-la? Pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento. (1Pe 1.15).

Vivendo a santidade preparada por Deus. Não podemos nos tornar santos por nós mesmos, mas se desejamos ser santos se colocarmos a nossa vontade direcionada ao propósito de Deus, estas atitudes me levarão a um novo nível de santidade. Por isso, cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que vos está sendo trazida na revelação de Jesus Cristo. Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. (1Pe 1.13-16).

Não temos opção diante da palavra de Deus a não ser viver em santidade. Viver em santidade é uma ordem, uma necessidade. Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado. (1Co 3.16-17).

Deus disse que cumpriria sua palavra. Podemos afirmar que o cumprimento da palavra de Deus e suas promessas em nossas vidas estão esperando pelo meu enquadramento dentro desta reivindicação feita por Deus. Se não fosse possível viver uma vida reta, Deus não teria colocado este pré-requisito. Quando rejeitamos a santidade, estamos também rejeitando a Deus. Porquanto Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação. Dessarte, quem rejeita estas coisas não rejeita o homem, e sim a Deus, que também vos dá o seu Espírito Santo. (1Ts 4.7-8).

Quais são os frutos de uma pessoa que vive em santidade? Veja o que diz a palavra, estando plenamente convicto de que ele era poderoso para cumprir o que prometera. (Rm 4.21). Deus está nos convocando a experimentarmos os frutos de sua palavra em nossas vidas, mesmo que os frutos que estávamos colhendo era de uma vida longe de Deus, agora ele esta nos chamando para experimentarmos um novo estilo de Vida.
Porque Deus não vai falhar em suas promessas, “mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.” (1Co 2:9). Se preparem, não precisamos nos preocupar se Deus não irá cumprir com o que prometeu, porque ele não é homem para mentir, “Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não o cumprirá?” (Nm 23.19). Devemos nos preocupar em sermos encontrado dentro das condições e atingidos pela promessa de Deus. Você buscará a santidade e verá as promessas de Deus se cumprindo em sua vida e sua família.


Pr. Edson e Izadete




Ap. Edson Meneghetti